Exclusão da TUSD/TUST da base de cálculo do ICMS: divergência nas turmas do STJ quanto ao ponto

04/05/2017

 

Em recente julgamento, a 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça – STJ julgou importante Recurso Especial, no sentido de determinar a inclusão da Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição – TUSD e da Tarifa de Uso da Transmissão – TUST na base de cálculo do ICMS.

 

Como para fins de ICMS a energia elétrica é concebida como uma mercadoria, na oportunidade sustentava o contribuinte que o ICMS somente poderia incidir sobre o seu efetivo fornecimento, não podendo incidir sobre tarifas, encargos ou quaisquer outros dispêndios afins. Cogitar tal incidência seria autorizar que o ICMS incidisse sobre outras bases, além da efetiva circulação de mercadoria.

 

A 1ª Turma do STJ, contudo, entendeu de forma diferente, acolhendo o pleito dos Estados em julgado que aparentemente nortearia o entendimento da Corte sobre o tema dali em diante.

 

No dia 20 de abril, contudo, a 2ª Turma do STJ entendeu de forma diferente, afastando a TUSD/TUST da base de cálculo do ICMS.

 

Na oportunidade, o Min. Rel. Herman Benjamin apontou que o STJ já possui entendimento consolidado quanto à não inclusão da TUSD na base de cálculo do ICMS incidente sobre o consumo de energia elétrica, uma vez que o fato gerador ocorre apenas no momento em que a energia sai do estabelecimento fornecedor e é efetivamente consumida.

“Assim, a tarifa cobrada na fase anterior do sistema de distribuição não compõe o valor da operação de saída de mercadoria entregue ao consumidor”, afirmou.

 

Tem-se com tal julgamento que o STJ está dividido quanto ao seu entendimento sobre a matéria, de forma que a discussão ainda está longe de encontrar seu fim naquela Corte.

 

Com efeito, os contribuintes e os Estados poderão se valer dos meios recursais cabíveis para tentar fazer com que o STJ ponha termo à divergência de entendimentos das suas turmas, sem prejuízo de que a discussão seja levada ao STF futuramente.

 

No momento, apesar da divergência de entendimentos nos tribunais do País, a tese tem recebido boa acolhida pelos Tribunais de Justiça, de forma que cada vez mais contribuintes tem buscado o Judiciário para ver reconhecido seu direito a excluir a TUSD/TUST da base de cálculo do ICMS incidente sobre o fornecimento de energia elétrica e, consequentemente, reduzir consideravelmente seus gastos com tal encargos tributários.

 

 

--

Advogado Rafael Nichele - Advogados Associados - Porto Alegre

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts recentes

Please reload

Arquivos

Please reload

Siga-nos

  • Grey Facebook Icon
  • Grey LinkedIn Icon
rafael-nichele-advogado-tributário-porto-alegre

Escritório de advocacia situado em Porto Alegre, atuando nas áreas de direito tributário, impostos e societário, destaca-se pela expertise de mais de 15 anos no Agronegócio.

Contato

PORTO ALEGRE
Av. Lageado 1212,

Sala 1507 - Bairro Petrópolis

Trevi Tower Offices

Cep:90460-110

(51) 2103-9365


FLORIANÓPOLIS
Rua Jornalista Manoel Menezes, 115

Sala 706 - Bairro Itacorubi

Cep: 88034-060

(48) 98826-5077

SÃO PAULO

Rua Pedroso Alvarenga, 1208

14º andar - Bairro Itaim Bibi
Cep: 04531-004

(51) 99956-6232


E-MAIL

informativo@rafaelnichele.com.br

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

©2017 por